Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

22 e agora?

Aos 22 anos apercebi-me que a minha vida (re)começa agora. É hora de novas aventuras.

Um diário da minha tese

Já escrevi aqui tantas vezes sobre a minha tese que isto se está a tornar tanto uma terapia como um diário. Pois bem, últimas actualizações: não vou entregar a tese quando queria. Quem me conhece sabe que o meu objetivo era entregar a tese em junho, na época normal, mas a vida dá muitas voltas. Com a morte da minha avó, o trabalho, a falta de rotinas e a desmotivação constante fez com que entregar a tese no prazo pré definido se tornasse um trabalho impossível. No entanto também já me impus a não continuar na mesma e cumprir o prazo para a época especial (em outubro).

Com o novo trabalho e o novo horário tenho tentado arranjar pelo menos dois dias por semana para trabalhar afincadamente na tese mais os tempos "mortos" durante o trabalho.

Motivação e sorte precisam-se por estas bandas.