Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

22 e agora?

Aos 22 anos apercebi-me que a minha vida (re)começa agora. É hora de novas aventuras.

Recarregar baterias

Tenho de confessar que começo a gostar de Lisboa. Muito mais do que alguma vez imaginei, mas a correria da cidade não me deixa descansar mesmo quando estou de folga sem fazsr nada a vegetar o dia todo. É por isso que adoro vir a casa. Apesar de o Porto ser uma cidade igualmente agitada transmite-me uma sensação de tranquilidade incrivel. Não venho tantas vezes como gostaria, mas esta viagem que faço uma vez por mês sabe-me pela vida. 

Resumindo e concluindo: adoro vir a casa.

 

2018-03-21 16:13:06.225.JPG

Fotografia tirada por mim

Esta cidade está na moda

Hoje passei o dia a passear na minha cidade e apercebi-me como esta pertence cada vez mais aos turistas. A estação que antes era dos viajantes agora é dos grupos de turistas. As esplanadas estão ocupadas, maioritariamente, por turistas. Arrisco-me a dizer até que ouve-se mais inglês e francês do que português nas ruas. O Porto está na moda. Portugal está na moda e é bem verdade.

 

IMG_7744.JPG

Foto tirada por mim

 

post escrito para o meu blogue antigo - 27/05/2017

A magia do Natal

É o primeiro dia do mês de dezembro o que, desde há cinco anos para cá, significa passar o fim de semana em casa e ir passear ao Porto. Este dia é também aquele em que se ligam as luzes pela primeira vez. Este ano não vai ser exceção e eu vou lá estar, e estou tão feliz por isso. 

 

2016-12-17 22.24.01.jpg

Foto da minha autoria

Já é Natal cá em casa

O fim de semana passado ficou marcado por fazer a árvore de Natal. Esta é uma das coisas que eu mais gosto de fazer, confesso. Adoro pensar em como vou montar tudo ao som de uma música natalícia e com a companhia dos que mais gosto.

A questão que se põem é: quanto tempo é que ela vai aguentar sem ser derrubada pela minha (bela) gatinha?

 

2017-11-26 16.55.32.jpg

Foto da minha autoria

Fim de semanas que nos fazem sorrir

Tive um dos melhores fins de semana dos últimos meses. Se tinha programado um fim de semana dedicado à tese, pois ia estar sozinha tudo mudou com uma chamada. Foram dois dias de sorrisos, amor e colo dos pais incríveis. Foi um fim de semana bom. Muito bom. O melhor de tudo é que o próximo também é sinónimo de voltar a casa.

 

2017-11-25 17.03.00.jpg

 Foto da minha autoria