Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

22 e agora?

Aos 22 anos apercebi-me que a minha vida (re)começa agora. É hora de novas aventuras.

Livros sobre feminismo

Eu tinha prometido esta espécie de review dos dois últimos livros que li porque acho que merecem um post só para eles. São sobre feminismo. São de uma mulher que é uma das vozes mais ouvidas do movimento feminista. São dois livros incríveis que nos ensinam muito.
Não se deixem levar por serem livros pequenos porque cada página está carregada de ensinamentos. E não existem palavras que eu diga que vos expliquem o quão bom o livro é. Quando acabei os livros fiquei com vontade de ler mais sobre o assunto, de conhecer mais, de me dedicar mais à causa. Acho que toda a gente independentemente de ser homem ou mulher deve ler estes livros porque a cultura não ocupa espaço e o saber não tem limites. E foi graças a eles que o meu gosto pela leitura cresceu e se intensificou o que os torna ainda mais especiais na minha vida. 

 

ep Outin Style!.png

Imagem criada através do Canva

Acho que finalmente acertei

Pois como sabem - se não sabem já referi mil e uma vezes por aqui - não era uma grande fã de livros. Ler - livros ok? - não era a minha coisa preferida, mas isso mudou. Quando estagiei a minha editora disse-me que se quisesse ser uma excelente jornalista tinha de ler mais, de me interessar mais e isso mexeu comigo. Não gosto de ideias predefinidas, mas confesso que esta tem um pingo de fundamento e razão para uma pessoa que ambiciona ser jornalista. Por isso para 2018 tracei como meta para a mim ler 12 livros. A ideia seria ler um por mês, mas a verdade é que só este mês foram 3. Sim 3! (inserir mil e quinhentos foguetes por este milagre) 

A minha - sábia - editora disse que quando encontrasse um género de livros seria tudo muito mais simples e pois que esse milagre se deu. Descobri o que gosto de ler. Tenho pouca paciência para romances ou histórias assim mais lamechas. Mas amo ler biografias e histórias contadas por mulheres inspiradoras. Resumindo, girl bosses e feministas são o meu género de leitura. Livros sobre estes temas dão-me vontade de querer ler mais e mais e perceber mais sobre os assuntos. Ainda está para vir uma review dos últimos dois que li que acho que merecem um destaque do tamanho do universo e que mereciam ser lidos por toda a gente. 

Agora vou só ali pagar a fatura da Fnac que estão mais dois livros a caminho de casa. 

 

04d842d19c1d5db4064d9831beb89838.jpg

 Imagem retirada do Pinterest

Aplicações para tudo e mais alguma coisa

Já disse aqui que sou uma control freak da organização e adoro ter tudo sob controlo. Tenho uma aplicação para controlar as minhas séries, para fazer listas, ainda estou a encontrar a aplicação perfeita para a organizar a vida financeira, mas até lá já tenho uma para controlar as minhas leituras. Ler mais é uma das minhas metas mais importantes para este ano e para controlar estas minhas leituras acionei a minha conta no Goodreads. Aposto que já toda a gente conhece este site, mas para quem não sabe este site permite adicionar todos os livros que já leu ou quer ler, fazer review dos livros, classificá-los, etc. Para além disso pode seguir outras pessoas e autores, tal como o Facebook para pessoas que gostam de ler. Todos os anos eles fazem o Goodreads Challenge onde cada utilizador pode definir o seu desafio pessoal de livros para ler e depois ele tem aquilo que eu chamo de “barrinha motivadora” que vai subindo à medida que concluímos mais um livro. A minha meta inicial é de 12 livros como já disse aqui noutra publicação, mas gostava de a ultrapassar. E vocês já conheciam este site?

 

goodreads-logo-square (1).jpg

Imagem retirada do Google