Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

22 e agora?

Aos 22 anos apercebi-me que a minha vida (re)começa agora. É hora de novas aventuras.

Tudo é apropriação cultural

O movimento #MeToo do mundo do cinema sobre o assédio sexual é igual às acusações de apropriação cultural que as marcas do mundo da moda tem vindo a ser acusadas, todos os dias surge espaço para um novo caso. É uma coisa por demais já minha gente. Seja que marca for desde a mais cara à mais barata, todas são acusadas de se apropriarem culturalmente de algo. Já não existe espaço para a inspiração neste mundo, claro que não. Se algo faz parte de uma cultura e uma marca cai "acidentalmente" no erro de se "inspirar" nessa peça está, à partida, condenada. Mas isto está a chegar a um extremo, que até o facto de as pessoas usarem algo serve para as condenar. 

A ultima acusação foi feita à Zara que, pobre coitada, que decidiu criar uma saia com um padrão axadrezado - que digamos está na moda - e rapidamente uma alma na internet decidiu sugerir que a bem dita saia é igual a um traje típico usado na Índia e sul da Ásia. Se existem parecenças nas peças? Existem. Mas é por isso que existem inspirações neste mundo. As pessoas criam algo para inspirar os outros a criar outras coisas. Será correto acusar esta marca de apropriação cultural porque no mundo já existia uma saia assim? Ninguém esperava que a Zara fosse criar um produto original não é verdade? É uma marca fast fashion existe para "copiar" as tendências ditadas pelas marcas mais caras que, infelizmente, não estão acessíveis a todos os bolsos. 

Aqui a questão que se põem é, será que a marca se apropriou mesmo da cultura daquele país? Será que as pessoas não podiam ver esta situação como uma espécie de homenagem? Qual é a vossa opinião?

 

A dita saía que foi apropriada pela Zara.

Zara%20Skirt%20Lede.jpg

Imagem retirada da notícia da Teen Vogue

52 semanas | O meu super poder é um clichê

A publicação desta semana vem atrasada por motivos alheios, mas chegou. O desafio da sexta semana é: Os super poderes que eu gostaria de ter se fosse um super herói seriam…

E depois desta pergunta a primeira coisa que o meu rico cérebro pensou foi: "Como raio vou escolher só um?" Passaram-me vários pela cabeça: viajar no tempo, invisibilidade, leitura de pensamentos, o clássico voar, mas depois apercebi-me que o que me encaixava melhor era o teletransporte. Sim meus amigos, pensem bem no mundo novo que se iria abrir perante vocês com esta habilidade. Viajar sem limites, sem tempos de espera, para onde bem quisesse isso sim era uma vida boa! Por isso, se houver por ai algum cientista que já tenha inventado esta técnica e precise de um cobaia pode enviar email que eu voluntario-me de boa vontade.

 

52 semanas.jpg

Imagem criada pela Fátima do blogue Porque Eu Posso.

Aplicações para tudo e mais alguma coisa

Já disse aqui que sou uma control freak da organização e adoro ter tudo sob controlo. Tenho uma aplicação para controlar as minhas séries, para fazer listas, ainda estou a encontrar a aplicação perfeita para a organizar a vida financeira, mas até lá já tenho uma para controlar as minhas leituras. Ler mais é uma das minhas metas mais importantes para este ano e para controlar estas minhas leituras acionei a minha conta no Goodreads. Aposto que já toda a gente conhece este site, mas para quem não sabe este site permite adicionar todos os livros que já leu ou quer ler, fazer review dos livros, classificá-los, etc. Para além disso pode seguir outras pessoas e autores, tal como o Facebook para pessoas que gostam de ler. Todos os anos eles fazem o Goodreads Challenge onde cada utilizador pode definir o seu desafio pessoal de livros para ler e depois ele tem aquilo que eu chamo de “barrinha motivadora” que vai subindo à medida que concluímos mais um livro. A minha meta inicial é de 12 livros como já disse aqui noutra publicação, mas gostava de a ultrapassar. E vocês já conheciam este site?

 

goodreads-logo-square (1).jpg

Imagem retirada do Google

Aconteceu um milagre ou então li um livro

Este ano uma das minhas metas pessoais é ler mais livros. Não importa o estilo, apenas quero ler mais sinto que preciso de ler mais. Isto tudo começou no estágio quando a minha chefe me disse que se eu queria ser mesmo boa na minha área devia ler mais. Não foi uma imposição, foi uma recomendação, mas que me ficou na cabeça durante imenso tempo, tanto que decidi tornar isso uma resolução pessoal. 

Este ano impus a mim mesma que iria ler, no mínimo, 12 livros, ou seja, um por cada mês do ano. E hoje acabei de ler o primeiro. Ok está aqui uma batota já porque este era o “livro de janeiro”, mas vou esforçar-me para acabar de ler o de fevereiro nos próximos 15 dias que restam ao mês. O escolhido para começar o ano foi o “Mirror, Mirror” da Cara Delevingne achei que este livro - oferecido pela minha Carolina que tanto marcou o meu estágio - era o melhor para começar esta meta. Tem uma história muito interessante sobre quatro adolescentes, os seus problemas diários, a luta de uma adolescente que é lésbica e os problemas das famílias disfuncionais. A escrita é simples, mas muito bem elaborada e cativante, muito cativante mesmo. Engane-se quem pensa que é um livro para os mais novos, pois acho que quem gostar de um bom mistério vai de certeza gostar deste livro.
Depois do primeiro concluído, o livro seguinte já está escolhido e agora é começar a leitura novamente e tornar isto um hábito.

 

DFB16717-3E20-4BA1-8AD8-CB15D28A3AFC.jpeg

Imagem reitrada do Google

Isto é que é bom

Bom mesmo é uma pessoa voltar de viagem, ter toda uma vida para organizar e estar sem internet e televisão em casa. Sem televisão ainda se aguenta, agora sem internet senhores? Sem internet não dá meus amigos! Não existe pacote de dados móveis que resista.

Display Night | RuPaul's Drag Race

Este texto poderia resumir-se numa palavra só que também transmite um sentimento: apaixonada! Meus caros, eu estou apaixonada por este programa! Ok, existem dez temporadas e eu vi as duas primeiras e estou neste momento na terceira. Mas sinto que este amor tem tudo para crescer cada vez mais. 

Adoro maquilhagem, roupa e moda e sempre achei fascinante como é que um homem se conseguia transformar tão bem numa mulher. Tenho de admitir que é preciso uma boa dose de amor e paciência porque isto de ser mulher não é fácil. Sobre o programa já tinha ouvido a Inês Rochinha gabá-lo milhares de vezes, mas a preguiça de procurar onde o podia ver levou sempre a melhor. Mas isso mudou no dia em que descobri que estava disponível na Netflix. 

Amo o programa, amo o RuPaul e amo o espirito que estas mulheres transmitem, as roupas que criam, e meu deus nem eu ando tão bem de saltos altos podemos falar sobre isso?! É preciso falar sobre isto!! No fundo, este não é um programa para todos por explorar um tema que para muitos ainda é tabú: Drag Queens. Tanto o meu pai como a minha mãe são obrigados a ver o programa sem muitas opções de escolha que eu também não deixo! 

Eu adoro e mal posso esperar por atualizar esta série e começar a acompanhá-la em "direto".

 

MV5BMWZkMDllODMtZTBjZC00YWI0LTgxZTQtYzdkOWI2MGQ2ZD

Imagem retirada do IMDB

52 semanas | O que faz parte da minha wishlist

Quinta semana do desafio 52 semanas e as perguntas são cada vez mais giras. A semana passada recebi um comentário do Ségio que tinha achado engraçado eu dar o meu toque pessoal ao desafio passado, mas a verdade é que acho que esta semana me posso tornar um clichê... Ora bem, podia fazer uma wishlist extensa de coisas que quero alcançar/fazer na vida, mas escolhi optar falar-vos de apenas uma: Nova Iorque.

Sim. Nova Iorque. Conhecer esta cidade está no topo da minha wishlist. É a minha cidade de sonho. É algo que não sei explicar, mas sinto uma conexão gigante com aquele lugarzinho do mundo como se pertence-se lá. Quero muito pisar aquele chão e perder-me por aquelas ruas. Para muitos pode ser uma viagem clichê para mim é quase como se precisasse de lá ir para poder continuar a minha vida. Claro que também sei o quão dispendioso é, por isso, conto nos meus planos no máximo 2020 ir lá.

E vocês o que está na vossa wishlist?

 

a84c25bef51620d862d5aeb40623269c.jpg

 

Imagem retirada do meu pinterest